Histórico dos Microprocessadores

images4000 A.C – ÁBACO – Invenção do ábaco pelos babilônios. Instrumento usado para realizar operações aritméticas, onde cada coluna representa uma casa decimal.  Era o principal instrumento de cálculo doséculo XVII e é usado até hoje. Data da mesma época do ábaco o octograma chinês Yin Yang, o qual é tido como a primeira representação binária dos números de 0 a 8. Foi criado pelo imperador chinês Fou-Hi para representar a interação entre as duas energias que juntas são o fundamento da “totalidade”.

1614 – LOGARITMO – O cientista escocês JOHN NAPIER criou os logaritmos. Através das tabelas criadas, as operações de multiplicação e divisão tornaram-se mais simples, pois eram substituídas por operações de adição e subtração, reduzindo o tempo de processamento.

1623 – RELÓGIO DE CALCULAR – WILHELM SHICKARD, professor de matemática da Universidade de Tübingen, Alemanha, inventou um relógio de calcular que é considerado a primeira máquina mecânica de calcular da história. Fazia multiplicação e divisão, mas requeria várias intervenções do operador. Usava o princípio desenvolvido por Napier (“Napier’sbones”). Essa calculadora foi desenvolvida para auxiliar o matemático e astrônomo Johannes Kepler.

1642 – PASCALINE – O cientista francês BLAISE PASCAL criou uma calculadora capaz de realizar operações de adição e subtração. A máquina implementada utilizava rodas e engrenagens, com as quais era possível representar números decimais de 0 a 9. Pascal desenvolveu essa máquina para ajudar seu pai na coleta de impostos. A máquina teve mais de 50 versões diferentes em uma década.

pascaline-calculator1
pascaline

1671 – O matemático alemão francês GOTTFRIED LEIBNIZ criou uma calculadora de 4 funções, capaz de realizar operações de adição, subtração, multiplicação e divisão. É a antecessora das calculadoras atuais. O problema comum às calculadoras até esta época era a necessidade de entrar com todos os resultados intermediários.

1738 – ANDROIDES PROGRAMÁVEIS – O cientista francês JACQUES VAUCANSON criou (robôs imitando a aparência humana). Eram capazes de tocar flautas. Sua criação mais famosa foi “O Pato”. Esse pato mecânico era capaz de imitar todos os movimentos de um pato real (bater asas, movimentar a cabeça, fazer barulho equivalente, comer e evacuar. (www.automates-anciens.com). Em 1749 ele construiu o primeiro TEAR AUTOMÁTICO, que aceitava comandos através de um cilindro de metal perfurado.

1801 – CARTÃO PERFURADO – O Tecelão francês JOSEPH MARIE JACQUARD aperfeiçoou o tear construído por Vaucanson. Ele construiu uma máquina de tear que memorizava em cartões perfurados os padrões de desenho dos tecidos e depois os reproduzia com fidelidade, lendo comandos na presença ou ausência de orifícios. A versão seguinte do Tear, em 1804, era totalmente automatizada e podia fazer desenhos muito complicados. Esse é considerado o primeiro registro de programação semelhante à de computadores modernos.

1822 – MÁQUINA DE DIFERENÇA e MÁQUINA ANALÍTICA – Aborrecido pelos inúmeros e freqüentes erros que encontrava nas tabelas de logaritmos, o professor de matemática CHARLES BABBAGE (inglês) decidiu construir uma máquina que eliminasse o trabalho repetitivo de fazer esses cálculos, a “Máquina de Diferença”. O modelo apresentado em 1822 encantou o Governo Britânico que decidiu financiá-lo na construção de uma máquina de diferença completa, movida a vapor e completamente

automática, comandada por um programa de instrução fixo capaz de imprimir as tabelas. Baseada em operações de adição e subtração e na técnica de diferenças finitas, era capaz de resolver funções polinomiais e trigonométricas (cálculo de tabelas de navegação).

O projeto da sua nova máquina levou 10 anos e foi abandonada em 1833, quando decidiu criar a “Máquina Analítica”, um computador mecânico-automático totalmente programável, função que designou para sua esposa, a condessa Ada Lovelace (filha de Lord Byron). O novo computador decimal paralelo a vapor operaria números de 50 dígitos e proveria de uma memória de 1000 números, usando cartões perfurados e condicionais (IF), além de instruções de desvio. Apesar de ter uma estrutura correta, a metalurgia da época não permitia a simetria e resistência das peças, razão ao qual a máquina nunca funcionou. Seria capaz de fazer uma adição em 1 segundo e uma multiplicação em 1 minuto.

1885 – O CARTÃO DE HOLLERITH – Herman Hollerith , funcionário do Departamento de Estatística dos Estados Unidos, construiu uma máquina de cartão perfurado para fazer o recenseamento da população americana. Antes da máquina o  recenseamento durava 7 anos e ocupava 500 holleritempregados. Com a máquina o recenseamento de 1890 durou 1 ano e ocupou 43 empregados. A máquina foi aproveitada nas mais diversas aplicações em repartições públicas, comércio e indústria, e aperfeiçoada para realizar operações aritméticas elementares. Em 1896 Hollerith fundou a TMC (Tabulation Machine Company). Para ampliar seus negócios, a TMC se uniu com duas pequenas empresas para formar a CTRC (Computing Tabulation Recording Company), em 1914. Em 1924, a CTRC se tornou uma empresa internacional e mudou seu nome para IBM (Internacional Business Machine).

1936 – COMPUTADORES Z1, Z3 e Z4 – O cientista alemão KONRAD ZUSE criou o computador – Z1, baseado em relé eletro-mecânico. Criou também o computador Z3, que foi o primeiro computador de propósito geral controlado por programa. Criou ainda o Z4, computador projetado para o

desenvolvimento de mísseis. Ele foi destruído por bomba na 2a. guerra mundial.

1943 – COLOSSO – Na Inglaterra, em 1943, Alan Turing, do Serviço de Inteligência Britânico, construiu o Colosso, de dimensões gigantescas. A máquina, abrigada em Bletchley Park, tinha 2000 válvulas e lia símbolos perfurados numa argola de fita de papel, inserida na máquina de leitura fotoelétrica, comparando a mensagem codificada com sequências conhecidas até encontrar uma coincidência. Processava cerca de 5 mil caracteres por segundo e foi usada para descodificar as mensagens dos alemães, tendo sido decisiva no resultado final da guerra.

1944 – MARK I – Na Universidade de Harvard em 1937, o professor Howard Aiken, financiado pela IBM, começou a construir o Mark I, concluído em 1944. Baseado em um sistema decimal, manipulava números de até 23 dígitos e tinha medidas grotescas: 15 m de comprimento e 2,5 m de altura; 760.000 peças envoltas em vidro e aço inoxidável brilhante; 800 km de fios e 420 interruptores para controle.trabalhava sob o controle de um programa perfurado em uma fita de papel. Adição e subtração em 0,3 s, multiplicação em 3 s e divisão em 12 s.

1946 – ENIAC – (Electronic Numerical Integrator and Computer) – 1o Computador de propósito geral a válvula: 18.000 válvulas, 30 toneladas, 15.000 pés quadrados, 140 kW, representação e aritmética com números decimais, 5.000 adições/seg. Projetado pela Ballistics Research Labs. Foi aproveitado no desenvolvimento da Bomba “H”.

1946 – VON NEWMANN MACHINE – A Máquina de Von Newman, ou “Máquina de Touring” introduziu o conceito de programa armazenado (Stored Programa Concept) no qual a memória conteria, além de dados, programas. Os computadores modernos são baseados na máquina de Von Newman.

1950 – UNIVAC – (Universal Automatic Computer) – Lançado pela SPERRY, foi o 1o Computador de aplicação científica e comercial. Seguiram UNIVAC II e UNIVAC 1100 series.

1953 – IBM 701 – Computador desenvolvido para aplicações científicas.

1947 – TRANSISTOR – Invenção do transistor pelos cientistas John Bardeen, William Shockley e Walter Brattain. Passou a ser usado em escala comercial somente em 1952 pela Bell Laboratories.30901-power_transistor1

1958 – CIRCUITO INTEGRADO – O engenheiro Jack Kilby, da Texas Instruments, criou o Circuito Integrado.

1960 – IBM 7090, 7094 – Computador transistorizado. Utilização de linguagens de programação de alto nível, tais como FORTRAN, COBOL e PASCAL.

1964 – IBM 360 – Primeira família planejada de computadores. DEC PDP 8 – Introduziu o conceito de Minicomputador. Criou a estrutura de barramento, ou seja, unidadade de Entrada e Saída, Memória e CPU interligados por um conjunto de condutores.

1971 – 4004 (INTEL) – 1o microprocessador a ser lançado, de 4 bits, com aplicação voltada para calculadoras (manipulação de números em BCD) – 45 instruções – 640 Bytes de memória – clock de 108 KHz – 60.000 instruções/seg. (OBS: desempenho superior ao ENIAC) – 2.300  transistores.

1972 – 8008 (INTEL) – 1o microprocessador de 8 bits, com aplicação voltada para terminais (que trabalham com caracteres – codificação ASCII) – 48 instruções – 16KB de memória – clock de 200 KHz – 300.000 instruções/seg. 3500 transistores.

1974 – 8080 (INTEL) – Processador de 8 bits, de propósito geral – 72 instruções – opera com 12V – clock de 2 MHz – 640.000 instruções/s. 64KB de memória. 6.000 transistores.

1975 – Z80 (ZILOG), 6502 (MOS) – Utilizado pelo 1o APPLE (APPLE 1) em 1976 por Steve Wozniak e Steve Jobs (data da fundação da APPLE).

1976 – 8085 (INTEL) – “8080” operando com 5V – 2 instruções a + que o 8080 – melhor performance. 5 MHz -370.000 instruções/s. 6500 transistores.

1978 – 8086 (INTEL) – Processador 16 bits (barram. externo de 16 bits e registradores de 16 bits). 5 MHz – 0.33 MIPS, 8 MHz – 0.66 MIPS e 10 MHz – 0.75 MIPS. 29.000 transistores.

1979 – 8088 (INTEL) – Processador 16 bits (barram. externo de 8 bits e registradores de 16 bits) – 133 instruções – chip utilizado no primeiro PC em 1981. O PC/XT seria lançado em 1983 com HD de 10 MB e 128 Kbyte RAM. 29.000 transistores. Lançado o 68.000 (MOTOROLA) que foi utilizado no Machintosh em 1984.

1980 – Coprocessador 8087 (processador matemático). 8051 (INTEL – Lançado o microcontrolador 8051: microprocessador + periféricos (RAM, ROM, Serial, Timer, Controlador de Interrupção, etc.) num único chip, voltado para aplicações de controle 1982 – 80186/188 – 80286 – 80287 (INTEL) – PC/AT – 16 bits, modo protegido, 24 linhas endereços.

1985 – 80386 (INTEL) – Processador de 32 bits – bus ext. de dados de 32bits – 275.000 transistores. 16MHz -2.5 MIPS, 20 MHz – 2.5 MIPS, 25 MHz – 2.7 MIPS, 33 MHz – 2.9 MIPS.

1989 – 80486 (INTEL) – Processador de 32 bits: “386” que incorpora o 387 (coprocessador), cache interna (L1) de 8KB e maior performance – 235 instruções – 1,2 milhões de transistores. 25 MHz – 20 MIPS, 33

MHz – 27 MIPS, 50 MHz – 41 MIPS.

1991 – WEB – Tim Berners-Lee desenvolve a Rede Mundial de Computadores (World Wide Web). O primeiro servidor Web é lançado. O conceito de conexão de vários usuários a um único computador por via

remota nasceu no MIT no final da década de 50 e início da década de 60. As idéias básicas da Internet foram desenvolvidas em 1973 por Bob Kahn e Vint Cerf.1993 – Pentium 60 MHz e 66 MHz – Processador de 32 bits – bus ext. de 64 bits – 5V – 3 milhões de transistores. Primeiro processador de 5a geração.

1994 – Pentium 90 MHz e 100 MHz – Alimentação de 3,3V (maior confiabilidade). 3.2 milhões de transistores.

1996 – Pentium Pro 200 – Incorpora cache L2 de 256kB, utilizando tecnologia MCM (Multi-Chip Module) – 5 milhões de transistores – idealizado para programas de 32 bits. Usa memória de 64 bits.

1997 – Pentium 200MMX (Pentium MultiMidia eXtensions): contém 57 novas instruções dedicadas para programas de Multimídia. 4.5 milhões de transistores. 200 MHz e 166 MHz. Barramento de 64 bits.

Cada instrução MMX equivale a várias instruções comuns.

1997 – Pentium II 233, 266, 300MHz – utiliza o slot I. 7,5 milhões de transistores (tecnologia 0.35 micron), cache L2 com 512kB – 242 pinos – 64GB de memória endereçável. Poder de processamento de 32 bits

do Pentium Pro e maior eficiência no processamento de 16 bits. Instruções MMX.

1998 – Pentium II 450 MHz – Cache L2 de 512 kB, 7.5 milhões de transistores, tecnologia 0.25 micron, barramento de 64 bits. 64 GB de memória endereçável.

1999 – Pentium III 450 e 500 MHz (até 1,2 GHz) – Barramento de sistema de 100 MHz ou 133 MHz, cache L2 de 512 kB, processador de 32 bits, 9,5 milhões de transistores, tecnologia 0.25 micron, 64 GB de memória endereçável. 70 novas instruções voltadas para multimídia e processamento 3D.

2000 – Pentium IV – até 2 GHz, barramento de sistema de 400 MHz, Cachê L1 de 32 kB e L2 de 256 kB, 42 milhões de transistores.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: